Ary Coslovsky nasceu no Rio de Janeiro no dia 10 de setembro de 1942. Como ator fez sua estreia em “O Mundo Alegre de Helô” (1967), logo após seguiram-se: “Anjos e Demônios” (1970) e a cultuada “Escrava Isaura” (Globo – 1976). No ano de 1977, ele fez o Jabuti, o simpático carteiro do ”Sítio do Picapau Amarelo” e emendou a novela “Sinhazinha Flô”. Ainda fez: “Maria, Maria” (Globo - 1978), “A Sucessora” (Globo - 1978) e o especial “Vestido de Noiva” (Globo - 1979), baseado na obra de Nelson Rodrigues. Em 1984 foi para a Manchete onde fez “A Marquesa de Santos” e “Dona Beija” (1986). Voltou a fazer participações em novelas na TV Globo em “O Dono do Mundo” (1991) e “Felicidade” (1991). Em 2010, Ary voltou aos palcos com sucesso como ator, depois de 30 anos, na peça "Produto", na Casa de Cultura Laura Alvim no Rio de Janeiro, texto inédito do inglês Mark Ravenhill, ao lado da atriz Gabriela Munhoz e dirigido por Marcelo Aquino. Como diretor esteve á frente de várias novelas e minisséries da extinta TV Manchete e da TV Globo, onde se encontra hoje.