Mineiro de Jaraguaçu, nascido em 03/10/1949, Jose Mayer Drummond começou a fazer teatro em 1968 e estreou no cinema em 1974 com o filme: “Enigma Para Demônios”, logo filmou também, ao lado de sua esposa Vera Fajardo, “A Mulher do Desejo” em 1977, mesma época em que fez a voz do Burro Falante no “Sitio do Picapau Amarelo”, que foi para o ator a porta de entrada para a Rede Globo e o ponta pé inicial na sua vitoriosa carreira na tv. Logo após este trabalho no “Sítio” ele fez, em 1983, a polêmica minissérie “Bandidos da Falange” e estreou em telenovelas no mesmo ano com a deliciosa “Guerra dos Sexos”. Depois emendou um trabalho atrás do outro com destaques para: “A Gata Comeu” (Globo-1985), “Selva de Pedra” (Remake – Globo – 1986), “Fera Radical” e “O Pagador de Promessas” (Globo-1988), “Tieta” (Globo-1989), “Meu Bem, Meu Mal” (Globo-1990), “Agosto” (Globo-1993), “História de Amor” (Globo-1995), “Laços de Família” (Globo-2000), Presença de Anita” (Globo-2001), “Mulheres Apaixonadas” (Globo-2003), “Senhora do Destino” (Globo-2004) e “Páginas da Vida” (Globo-2006). Paralelamente a seus trabalhos na tv fez algumas peças de teatro de repercussão como: “Mais Perto” (2000), “Casa de Bonecas” (2002) e “Medéia” (2004). Participou dos filmes: “A Dama do Cine Shangai” (1987), este filme é considerado por muitos críticos de cinema como um dos melhores realizados pelo cinema nacional nos anos 80, “Perfume de Gardênia” (1993) e “Bufo & Spallanzi” (2001). Hoje o ator faz parte do primeiro time de astros da Rede Globo.