O ator começou no cinema, na década de 1950, participando das principais produções da Companhia Vera Cruz, em São Paulo. Fez algumas participações em teleteatros e programas da TV Tupi, mas só conseguiu repercussão nacional no final dos anos 70, quando ganhou o papel de Zé Bento no seriado da TV Globo, "Sítio do Picapau Amarelo". Ainda na TV ele se destacou no especial "Pirlimpimpim” (Globo – 1982), novamente personificando o mestre Monteiro Lobato, neste especial em comemoração ao centenário de nascimento do escritor. Morreu no Rio de Janeiro em 1992.